Em 2019 propomos a continuação de uma viagem pelos territórios do poema, alargando a panorâmica para que seja possível ver mais e melhor. Queremos agora ouvir não só poetas e editores, mas também os académicos, os críticos, os tradutores, os promotores do debate que mantém acesa a chama. Queremos saber como era no passado, nessa Grécia longínqua, e se em alguma coisa é diferente neste “tempo detergente”. Vamos tentar perceber se a poesia é mesmo intraduzível, como tantas vezes se apregoa. E qual o papel dos críticos de poesia na actualidade? E daqueles que a estudam e aprofundam academicamente? Pretendemos ir um pouco além das fronteiras nacionais, penetrando o terreno da lusofonia e de linguagens geograficamente distantes. O tempo não se esgotará neste hoje presente, será igualmente um hoje passado. Porque é para lá de um espaço e tempo definidos que mais claramente o poema se afirma.

António de Castro Caeiro e José Anjos serão os primeiros intervenientes deste programa.

  • DATA15 de Janeiro de 2019
  • HORÁRIO21:30
  • INFORMAÇÕES 966 186 871 | comunicacao@teatro-da-rainha.com
  • MORADASala Estúdio do Teatro da Rainha | Rua Vitorino Fróis - junto à Biblioteca Municipal - Largo da Universidade | Edifício 2 | 2504-911 Caldas da Rainha